5 dicas para você se animar e pegar gosto pela academia

Por 05 / 08 / 2011

Com a vida corrida e as atividades diárias divididas entre responsabilidades da casa, do trabalho e com cuidados pessoais, é difícil manter a disciplina e uma rotina de atividades físicas tão necessárias para a saúde e a beleza. Ir à academia transforma-se em uma obrigação desagradável e, muitas vezes, acabamos abandonando as séries de exercícios um mês após a primeira aula de body combat.

Dicas para pegar gosto pela academia

Algumas estratégias, no entanto, podem servir de estímulo para a prática dos exercícios e dar mais coragem e disposição para enfrentar a bicicleta ergométrica após um dia inteiro de trabalho.

1.       Faça exercícios em dupla

É comum adiarmos os exercícios por não encontrarmos nenhuma companhia para a malhação. Sair para ir sozinha para a academia desanima qualquer pessoa, por isso, o ideal é combinar com uma amiga, de preferência alguma que já esteja acostumada com a rotina de atividades físicas, para se encontrarem em determinado horário e se exercitarem juntas.

Pagar para um personal trainer acompanhá-la de duas a três vezes por semana pode ser ainda melhor, pois o compromisso será marcado com um profissional e você pensará duas vezes antes de deixá-lo esperando.

Atenção! Ter companhia para malhar pode até servir de estímulo, mas não pode virar uma distração. Concentre-se no seu objetivo e não perca o foco. Nada de ficar uma hora na academia conversando e deixar suas séries de exercícios de lado.

2.       Escolha o melhor lugar para malhar

Essa parece uma dica simples, porém faz bastante diferença na hora que a preguiça aparece. Ao escolher em que academia se matricular, além de levar em consideração a variedade de aulas, flexibilidade de horários e os preços, escolha pela localidade.

Se você não tem disposição para se exercitar, certamente não terá ânimo para atravessar a cidade para uma aula de spinning e meia hora de musculação. Escolha uma academia que seja perto de sua casa. Quando já tiver pegado o ritmo, é possível que você se anime a dar uma passadinha lá inclusive nos finais de semana.

3.       Do trabalho direto para a academia

Se você tem preguiça de acordar mais cedo para malhar antes do expediente, correr para a academia após um longo dia de trabalho, além de muito mais prático, pode ser relaxante.

Leve uma mochila com uma roupa de ginástica, garrafinha d’água, toalha de mão e tênis. Passar em casa para se trocar é a maior armadilha para as iniciantes (e não-iniciantes também).

4.       Pratique uma atividade que te dê prazer

Gosta de dançar? Prefere uma atividade mais calma? É mais agitada?

Dependendo do seu perfil, você poderá se encaixar melhor com certos tipos de aulas do que com outros, por isso é importante descobrir com qual atividade você tem maior afinidade e não escolher pela moda.

Por mais que a yoga, por exemplo, possa trazer benefícios para o corpo e a mente há quem não consiga se adaptar a essa prática, por preferir atividades mais dinâmicas. Da mesma forma, uma pessoa que prefere práticas mais leves certamente não conseguirá acompanhar com toda a disposição uma aula de body jump.

Para quem não gosta de puxar peso e enfrentar as filas de revezamento dos aparelhos de ginástica, aulas de GAP (glúteos, abdômen e pernas) podem fazer maravilhas para o bumbum, coxas e barriguinha, através de movimentos de repetição da contração da musculatura. Aprendendo algumas séries dá até para fazer em casa, assistindo à televisão.

5.       Tenha objetivos realistas e não se preocupe com os números da balança

Muitas pessoas começam a frequentar a academia e pensam que, em um mês, já conquistarão corpos semelhantes ao de uma Panicat e estarão puxando pesos de 20 quilos sem nem ao menos ofegar. Seja realista e vá com calma.

Peça para um professor orientá-la e comece devagar até que o corpo se acostume. Nos primeiros dias, aposte mais nos aeróbicos e em séries curtas com pesos leves. É provável que, mesmo assim, você sinta dores musculares nos dia seguinte ao dos exercícios, mas não desista. Trabalhe os grupos musculares de forma alternada e procure variar os exercícios para não cair em uma rotina.

Também não se deixe levar apenas pelos números da balança. Há quem inicie a academia com o objetivo de emagrecer e acabe se desestimulando ao perceber que não perdeu uma grama se quer e, em alguns casos, acabou até ganhando quilinhos a mais. Lembre-se de que a massa muscular é mais pesada, ou seja, você além de estar eliminando gordura, você está desenvolvendo seus músculos, que são realmente mais pesados, no entanto, muito mais saudáveis.

O passo mais importante para conquistar o corpo dos seus sonhos é tomar a iniciativa de mudar e ter determinação. Começar a frequentar a academia é bastante difícil e, muitas vezes, você perceberá que tem sempre alguma coisa mais interessante para fazer do que malhar (mesmo que essa coisa mais interessante seja assistir à novela das nove). No entanto, forçando-se a encontrar esses pequenos estímulos no início de suas atividades, você perceberá que a prática dos exercícios se tornará parte integrante do seu dia-a-dia e se sentirá muito mais motivada a ir à academia sempre.

Trace um objetivo, ligue para a melhor amiga, coloque os tênis e não tenha preguiça. Levante da cadeira e boa malhação.

 

Karla Ikeda

Uma apaixonada por comunicação em todas as suas formas...

Confira todos os artigos de AUTOR
13 Comentários em 5 dicas para você se animar e pegar gosto pela academia
  • Karina Fernandes disse:

    É to tentando me animar para retornar a academia….

  • Deixe seu comentário:





    Procurando algo?

    Assine nossa newsletter

    Instagram