Alongue-se!

Por 23 / 09 / 2011

Alongar-se é instintivo do comportamento humano, pensem quando vocês querem se espreguiçar, a primeira coisa é alongar braços e pernas, bocejar, enfim, esticar-se. Isso acontece porque estes movimentos relaxam o corpo e a mente, mas além disso reduzem a tensão muscular, trazem benefícios para coordenação, por soltar os movimentos, previnem lesões, facilitam exercícios mais pesados (como corrida, por exemplo), ativam a circulação e tantos outros motivos, entre físicos e psicológicos. Por isso, devem fazer parte do nosso dia-a-dia.

Me arrisco a dizer que o alongamento é meio viciante. Fiz pilates por um bom tempo e o corpo parece sentir falta de ser esticado quando a gente para. É sempre bom dizer que cada um tem que respeitar os seus limites, não adianta sair achando que “precisa” alongar mais do que o limite do teu corpo e acabar lesionando algum músculo. Mantenha o bom senso e tenham paciência, com o tempo e a regularidade do exercício a gente consegue ver o progresso nitidamente. Também não se apresse, esse tempo depende de cada um. Além disso, há uma serie de fatores que influenciam na flexibilidade e cada pessoa é diferente.

Mas vamos lá, a melhor maneira de instruir sobre algo é mostrar, né? Encontrei estes dois vídeos no youtube que mostram alguns alongamentos legais para membros superiores e inferiores. Eu testei e gostei bastante. E vocês?

 

 

Por Elisa Casagrande

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
Seja o primeiro a comentar em Alongue-se!
Deixe seu comentário:





Procurando algo?

Assine nossa newsletter

Instagram