Ansiedade e alimentação

Por 25 / 11 / 2011

Nova passada pelo consultório da nutricionista e fiquei um pouco decepcionada: engordei 100 gramas e perdi 0,5 cm de cintura. Tá, você deve estar falando até que você não foi tão mal, podia ter sido pior. Mas creio que poderia ser melhor, como a Jack me falou se eu tiver mais força de vontade, garra e coragem com certeza obterei resultados melhores.

Devo creditar essa minha falta de resultados positivos a minha total ansiedade e imediatismo: por mim faria regime 2 dias e emagreceria os malditos 20 quilos que tenho vontade de perder. Não tenho paciência para seguir dietas, regras alimentares e qualquer coisa que me ditem. Sempre fui muito livre de pensamento e por isso minhas atitudes sempre foram muito inconstantes no que diz respeito a minha saúde e meu corpo.

O que pegou dessa vez e mexeu comigo foi ela falar que não tenho força de vontade, garra… Logo eu que sempre fui atrás do que quis, que sempre segurei todos os problemas de todos os lados, que corri atrás de tudo e todos sempre para ajudar e não deixar nada errado.  As vezes ai está o problema, pensar demais no bem comum e esquecer de mim na maioria das vezes, pois como sempre sou eu a salvar a pátria vejo a reprovação nos olhos das pessoas quando resolvo pensar apenas em mim.

Se você, assim como eu, tem problemas de encontrar o seu foco e cuidar da sua saúde em primeiro plano para depois cuidar dos outros, acho que não custa a nós tentarmos pensar que se não estivermos bem com a gente de nada podemos ajudar os outros. Eu canso de falar isso pra todo mundo, mas nunca coloquei em prática. Vou tentar a partir de agora. Falar mais não para os outros e mais sim para mim, para quem sabe quando eu estiver melhor comigo eu posso ajudar os outros.

Outra informação que andei lendo é que pessoas ansiosas devem evitar doces, álcool, cafeína e refrigerantes, pois eles aumentam o nível de açúcar sanguíneo rapidamente, levando a irritabilidade, depressão e tensão. Troque os doces por frutas, já vai adiantar um bom tanto.  Vou fazer o teste e cortar severamente essas coisas do meu dia-a-dia, pois era exatamente em doces e refrigerantes que eu descontava as minhas lamurias. Daqui uns dias eu conto se deu certo e espero que dê.

Beijos a todas

Andrea

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
Seja o primeiro a comentar em Ansiedade e alimentação
Deixe seu comentário:





Procurando algo?

Assine nossa newsletter

Instagram