Como viajar com pouco dinheiro

Por 16 / 08 / 2011

Enganam-se quem pensa que viajar para o exterior é caro. É possível conhecer muitos países e viajar com pouco dinheiro.

Não se preocupem com o idioma, muitos países estão acostumados a receber turistas e se viram muito bem com mímica! A dica é aprender palavras-chave, como saudações e nomes de comidas. Um dicionário de bolso resolve. Outra dica muito importante é estudar sobre a cultura local, seus costumes, comida típica, clima, política e religião. Assim é possível saber que tipo de roupas levar, se você é alérgico alguma comida, se o país é tranquilo ou se está em conflito etc.

Como viajar com pouco dinheiro?

viajar com pouco dinheiro

Para os iniciantes, o ideal é começar pela América do Sul, por países como Argentina, Uruguai, Chile, Peru e Colômbia… Colômbia? Sim! É um país maravilhoso, povo hospitaleiro e simpático, ótima comida e para quem não sabe, tem praias banhadas pelo Mar do Caribe! Tráfico… Guerrilha? Nos meus 35 dias atravessando o país de ponta a ponta só o que eu vi foram militares armados em cada esquina fazendo a segurança dos civis. Senti-me muito mais segura lá do que no centro de São Paulo. Claro que alguns cuidados preventivos são válidos, como evitar andar com bolsa aberta, câmera na mão ou distraída falando ao celular.

Antes de comprar as passagens pesquise muito na internet, existem ótimos sites e fóruns para mochileiros. Monte um roteiro de tudo queira conhecer. Programe-se por dia!

Em qualquer aeroporto ou rodoviária do mundo existem balcões de informações para turista onde se encontra mapa da cidade. Não deixe de pega-lo! Será seu companheiro de aventura!

Esqueça táxi! Use-o somente em ultimo caso.  A melhor forma de conhecer uma cidade é andando por ela.  Se tiver metrô, ótimo! Senão, informe-se sobre as linhas de ônibus municipais. É uma forma econômica e muito boa!

Leve sempre um caderninho para anotar caminho, pontos turístico interessantes, rotas dos ônibus etc.

Evite comprar presentinhos no caminho, isso pode virar um problemão com a bagagem na volta para casa.

Se resolver ir para Buenos Aires a melhor opção é deixar para trocar o dinheiro lá. Compre aqui pesos suficientes para passar um dia e o resto troque em uma das milhares casas de câmbio espalhadas pela cidade, o câmbio é muito melhor! E evite usar cartão de crédito, o valor do câmbio normalmente é alto.

Pela internet é possível fazer reserva em Hostel, que é uma forma econômica para se hospedar, e é ótimo para conhecer pessoas do mundo todo. Se for de casal ou não gosta de compartilhar o quarto com outras pessoas, prefira suíte privativa pagando um pouquinho a mais na diária.

De Buenos Aires é possível atravessar de barco (Buquebus) Mar Del Plata em apenas uma hora e passar o dia em Colônia Del Sacramento no Uruguai. É uma cidadezinha maravilhosa e apenas um dia é suficiente para conhecê-la toda.

Bagagem

Leve apenas o necessário. Se você pretende conhecer mais de uma cidade, evite levar muitas malas. Apenas uma mala e uma malinha de mão é o suficiente para passar 15 dias. E não se esqueça de uma bolsinha ou mochilinha para passear pela cidade.

Para uma viagem de 15 dias podemos resumir o guarda-roupa em:

2 calças jeans;

2 shorts;

2 saias;

10 blusinhas;

3 blusas leves para noites mais frias;

1 vestido ou roupa para noite;

2 toalhas (alguns hosteis oferecem toalhas, mas é sempre melhor levar!)

5 pares de meias

1 tênis confortável

1 sapatilha (sapatinho baixo e confortável)

1 sandália ou sapato  para sair a noite;

1 chinelo;

Acessórios (Não exagere nesse item!):

Pulseiras

Colares

Brincos

Levar também:

1 sabonete (não leve sabonete líquido, pode vazar na mala)

1 shampoo

1 condicionador

E não precisamos citar pasta e escova de dente, não é?

O que faltar é possível comprar por lá!

Passagens:

Comece a pesquisar as passagens nos sites das companhias aéreas com pelo menos 6 meses de antecedência. Algumas companhias oferecem promoções relâmpagos no site à noite.

Agora é só arrumar as malas e boa viagem!

Por Maíra Dias Marin

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
Seja o primeiro a comentar em Como viajar com pouco dinheiro
Deixe seu comentário:





Procurando algo?

Assine nossa newsletter

Instagram