Dieta do Tipo Sanguíneo: Cardápio, dicas

Por 06 / 08 / 2011

Criada pelo médico naturopata americano Peter James D’Adamo depois de anos fazendo pesquisas sobre os tipos sanguíneos relacionados à predisposição a doenças, influência de alimentos, bebidas e ervas, exercícios indicados, etc.

dieta do tipo sanguíneo

Dieta do tipo sanguíneo

A dieta do tipo sanguíneo se tornou famosa em 1996, com o lançamento do livro A Dieta do Tipo Sanguíneo, best-seller nos Estados Unidos.

dieta do tipo sanguíneo

Neste livro o médico Peter D’Adamo mostrou uma identidade histórica, antropológica e fisiológica dos tipos de sangue A, B, AB e O com os alimentos e com o estilo de vida, por isso cada tipo de sanguíneo determinam as funções digestivas, estruturas imunológicas e que alguns alimentos podem causar o aumento de peso ou o emagrecimento.

Qual é o seu tipo sanguíneo?  Seu tipo sanguíneo é O, A, B ou AB?

Cada grupo sanguíneo (A, B, AB e O) deve seguir dietas específicas e os alimentos podem ser classificados como benéficos, neutros e nocivos.

– benéficos: alimentos que previnem e tratam doenças

– neutro: alimentos que não previnem doenças porém também não prejudicam à pessoa

– nocivos: alimentos que podem agravar ou causar danos à pessoa

A lista dos alimentos é extensa, por isso, segue abaixo o que é permitido e proibido e suas vantagens e desvantagens.

Alimentos permitidos:

Tipo O: os que têm sangue tipo O são carnívoras por natureza, por isso têm mais facilidade de digerir carne vermelha.

Tipo A: o sistema digestivo das pessoas desse grupo é mais sensível e, por isso, assimilam melhor os vegetais, peixes, cereais, leguminosas e frutas.

Tipo B: verdadeiros amantes de laticínios, são supertolerantes ao leite e seus derivados.

Tipo AB: os donos desse tipo sangüíneo aceitam comida misturada, mas com porções equilibradas.

Alimentos proibidos:

Tipo O: produtos de trigo, como pães e gérmen de trigo, além dos derivados do leite são bem nocivos às pessoas com esse tipo.

Tipo A: devem-se manter afastados da carne vermelha.

Tipo B: aves e milho são alimentos extremamente nocivos para os integrantes desse tipo.

Tipo AB: carne bovina, de porco e frango, além de leite integral e alguns derivados como queijo brie e parmesão, não são bem-aceitos pelo organismo portador de sangue AB.

Vantagem: os programas incluem todos os grupos alimentares para todos os tipos de sangue.

Desvantagem: o que depõe contra é que o programa alimentar baseado no tipo sangüíneo ainda não tem comprovação científica.

Depois de um pouco de teoria, prontas para começar? Então, procure a seguir o cardápio correspondente ao seu tipo sanguíneo e boa dieta!

Por: Fernanda Amorim

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
1 Comentário em Dieta do Tipo Sanguíneo: Cardápio, dicas
  • Mary disse:

    Já experimentei a dieta compativel com o meu sangue que é o O positivo e me dei muito mal, tudo isto é uma treta!

  • Deixe seu comentário:





    Procurando algo?

    Assine nossa newsletter

    Instagram