Divas Anônimas: Maria Yonaha

Por 29 / 09 / 2011

Uma característica básica das divas é dedicação em sua profissão ou qualquer atividade desempenhada. Dedicar-se ao máximo para ser a melhor. A Japonesa Kuniko Kohakura Yonaha pratica isso em seu dia-a-dia. Ela chegou ao Brasil em 1963, com seus pais, duas irmãs e um irmão. Interrompeu os estudos após a 2ª série do primário, pois tinha que cuidar da irmã caçula enquanto os pais trabalhavam numa barraca de empório.

Aos 14 anos já ajudava a família em seu novo negócio: uma barraca de pastel na feira.  O trabalho diário de Kuniko era voltar da feira, preparar os recheios dos pastéis até as 20h, acordar de madrugada para montar os pastéis, e ir novamente para a feira. Com todo o conhecimento adquirido ao trabalhar durante anos de forma artesanal, sem equipamentos e a infraestrutura disponível atualmente, ela aprendeu muito. E abriu sua própria barraca. Algumas de vocês já devem ter ouvido falar dela, hoje conhecida como Maria, e de seu famoso pastel. O Pastel da Maria já ganhou duas vezes, em três edições do concurso, o prêmio de Melhor Pastel de Feira de São Paulo.

Maria e sua equipe comemoram a vitória

O evento acontece desde 2009 e já virou sucesso. Mais de 800 pasteleiros de São Paulo participaram esse ano. Na fase inicial, os consumidores deram nota para as barracas e experimentaram pastéis de todos os sabores. Na fase final, os pastéis de carne das 10 barracas finalistas foram analisados por um júri, formado por chefs de cozinha, críticos de gastronomia e jornalistas, num processo rigoroso. Os itens avaliados foram: sabor, textura e peso dos pastéis e atendimento e higiene das pastelarias. Como prêmio, Maria recebeu 8 mil reais (que irá dividir com os funcionários), o direito de montar uma barraca na Virada Cultural, uma fritadeira, e a cota de farinha e gordura por um mês, fornecida pela patrocinadora Bunge.

O que será que torna esse pastel tão especial? A receita leva alho, cebola, tomate, salsinha, azeite e gengibre. E tem um segredo: é frito na temperatura de 180 graus. Outro segredo esteve presente na receita desse ano, na tentativa de reverter o segundo lugar do ano passado. A diva do pastel inovou e acrescentou raspas de limão siciliano ao tempero. Não há dúvidas que esse toque especial fez a diferença.

Pastel da Maria

Através das dificuldades enfrentadas, Maria lutou com as armas que tinha, e de um negócio aparentemente modesto, conseguiu fazer o melhor possível. Atualmente, a bicampeã do melhor pastel de São Paulo possui pastelarias em dois endereços: Rua Fradique Coutinho, 580, Pinheiros e Rua Valdemar Martins, 204, Casa Verde, além da barraca de feira, que percorre Pacaembu, Perdizes, Santana, Mooca e Parque Novo Mundo. E ela foi ainda mais longe, e já é possível ter uma franquia Pastel da Maria!

Para mais informações sobre essa diva e seus deliciosos pastéis, acesse o http://www.pasteldamaria.net.br/

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
Seja o primeiro a comentar em Divas Anônimas: Maria Yonaha
Deixe seu comentário:





Procurando algo?

Assine nossa newsletter

Instagram