Dos padrões de beleza

Por 30 / 08 / 2011

Quem dita os padrões de beleza que surgem/mudam de tempos em tempos? Por que tantas mulheres ficam desesperadas para se encaixar nesses padrões? O conceito de beleza é um conceito social que está sujeito à “ditadura da moda”, e que faz com que muitas mulheres tentem seguir um padrão estético, como se todas tivessem vindo da mesma forma.

Dos Padrões de beleza

padrões de beleza

As mulheres se submetem aos mais diversos tipos de dietas e tratamentos estéticos para se enquadrarem nos padrões de mulheres que aparecem na mídia: há aquelas que querem ter o corpo de uma modelo, o corpo de uma panicat ou mulher-fruta qualquer, o corpo de uma cantora ou atriz. Muitas mulheres fecham a boca, cortam variados alimentos de suas refeições, tomam chás e remédios “milagrosos” que prometem secar as suas gordurinhas em tempo recorde, tudo isso para ficarem tão magras quanto as modelos que faturam milhões nas passarelas desse mundo afora – acreditam que se sentirão bonitas se estiverem no padrão “pele, osso, quase sem recheio”.

Por outro lado há aquelas que querem um corpo “turbinado”, e procuram o auxílio de academias e dos cirurgiões plásticos (sem medo do bisturi). Essas mulheres mexem na estrutura natural de seus corpos: colocam silicone, fazem lipoaspiração, lipoescultura (há aquelas que tiram um pedacinho da costela, só para afinar a cintura!), além de levarem seus músculos até a fadiga de tanta malhação e tomarem suplementos para ganhar massa muscular. E qual corpo é o mais bonito? Os corpos magérrimos ou os corpos marombados? É difícil saber… No meu ponto de vista, nenhum dos extremos é agradável.

Nos famosos concursos de beleza, como Miss Brasil ou Miss Universo é difícil encontrar uma beleza natural. Para ganhar o título, as candidatas afinam ou diminuem o nariz, mexem no tamanho no queixo… Só para corrigir aquilo que julgam “não estar perfeito”.

Maquiagem, corte de cabelo e roupas “da moda” completam essa necessidade de enquadramento em padrões de beleza. Existem mulheres que não vivem sem maquiagem – acordam e saem correndo da cama para se maquiar. Qual o problema de mostrarem seus rostos sem pintá-los?  E quando você sai na rua e observa um grupo de amigas e quase todas estão semelhantemente vestidas… Não é estranho? O mesmo comprimento de cabelo, as mesmas mechas/luzes, o mesmo estilo. Parecem que estão uniformizadas, saíram todas da mesma fábrica. Por que essa necessidade de se esconder atrás de algo que não é natural? Por que essa necessidade de se igualar à multidão? Por que muitas mulheres preferem passar a imagem de bonitas/gostosas (como se a beleza fosse a única coisa que têm a oferecer) e sentem receio de se mostrarem com personalidade e inteligência? Por que não assumem a sua beleza natural e não conseguem ficar de bem consigo e com o espelho?

padroes-de-beleza

Essas perguntas me intrigam… Não sou contra a vaidade – acredito que a completa falta de ou o excesso de é que são prejudiciais. Não sou contra usar maquiagem e nem contra a moda (eu gosto de ambas), não sou contra a frequentar a academia e nem a tratamentos estéticos, sou contra aos exageros que eles possam causar, sou contra as imposições. Acredito que dietas são positivas quando implicam na saúde da pessoa, para melhorar sua qualidade de vida (e sempre com o acompanhamento de um nutricionista). No caso das cirurgias plásticas, penso que elas fazem sentido quando a pessoa que irá se submeter necessite dela para conseguir ter um convívio social agradável (no caso de pessoas que devido ao “problema” que querem corrigir, sofram preconceito e tenham o seu lado emocional afetado por isso).

padroes-beleza-como-funciona

Já me senti um completo “patinho feio” e já pensei em usar de alguns desses recursos citados para tentar me sentir “o cisne”… Mas resolvi me sentir bem como eu sou. Não me encaixo em nenhum dos padrões de beleza, sou baixinha, magrinha… Mas e daí? O que o resto do mundo tem haver com as minhas medidas e a minha face? Devemos nos sentir bem como somos, sem nos preocuparmos com os outros…  Uma mulher segura, confiante e inteligente pode exalar muito mais beleza e charme do que uma que se encaixe nos padrões de beleza comuns.   Por que todo mundo ao seu redor tem que te achar bonita? Fique bonita para você mesma e para aquelas pessoas que realmente importam na sua vida, aquelas pessoas que mais do reparar em seu rosto ou corpo, admiram as suas qualidades e os seus valores.

Por: Natália Chagas Máximo

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
1 Comentário em Dos padrões de beleza
  • roseli disse:

    suas dicas e comentários me ajudararam muito pois estou passando por um momento difícil com meu marido.grata.

  • Deixe seu comentário:





    Procurando algo?

    Assine nossa newsletter

    Instagram