Moda Plus Size ganha cada vez mais espaço

Por 16 / 08 / 2011

As mulheres – e ouso dizer que não apenas as brasileiras – possuem uma relação de amor e ódio com a moda. Todas admiram e almejam ser magras como as top models. Ao mesmo tempo, sofrem com modelagens tão pequenas nas araras.

Sofrem ainda mais aquelas cujo manequim ultrapassa o 44. Afinal, há uma enorme escassez de roupas destinadas às pessoas que não se enquadram nos padrões da indústria. As universidades brasileiras sequer ensinam ampliações maiores que 46, e os alunos tampouco demonstram interesse em aprender.

No entanto, já há alguns indicadores de que essa exclusão está com seus dias contados.

São cada vez mais freqüentes os editoriais estrelados por modelos “Plus Size”. Isso não só abre as portas a essas profissionais, como abre os olhos dos fabricantes.

Em outubro do ano passado, a marca Plié lançou uma campanha com a modelo americana Tara Lynn, fotografada por Bob Wolfenson, para divulgar a sua coleção Control Line, que veste do 36 ao 50. No mesmo mês a Renner anunciou que as marcas Cortelle e Marfino passariam a oferecer tamanhos maiores.

Moda Plus Size

Atualmente, também já contamos com eventos de moda voltados para o público GG como o Fashion Weeken Plus Size, que neste ano teve sua terceira edição, dirigido pela jornalista Renata Vaz.

Internacionalmente, a H&M – famosa marca inglesa – também elegeu Tara Lynn para sua campanha “Big is Beautiful”, com modelos feitos especialmente para manequins maiores.

Já a Saks Fifth Aveneu promete trazer roupas do 44 ao 50 de marcas consagradas como Carolina Herrera, Oscar dela Renta, Chanel, Dolce & Gabbana e muitas outras. Um projeto ambicioso que ainda deve levar algum tempo.

Na blogosfera quem merece destaque é Sakina, http://saksinthecity.blogspot.com/ uma francesa plus size que dá dicas de looks mais que lindos voltados a este público, inspirando auto-estima.

Mas, a maior conquista para aquelas que usam GG é o reconhecimento da Vogue Itália. Em junho deste ano, a revista estrelou a modelo plus size brasileira Fluvia Lacerda. E exatamente um ano antes, a revista lançou uma edição estrelada por três modelos plus size: Candice Huffine, Robyn Lawley e mais uma vez Tara Lynn. As fotos são pra lá de ousadas e claro, lindas. Também em 2010, arevista inaugurou um novo portal em seu site, o Vogue Curvy, como o nome já diz, dedicado às mulheres curvilíneas. http://www.vogue.it/en/vogue-curvy O portal traz sugestões diárias de looks, dicas de beleza, acessórios, lojas, notícias. Enfim, tudo relacionado ao tema.

Admito que ainda falta um grande caminho a ser percorrido, mas vejo um avanço ao fim do preconceito e da auto-depreciação de quem não vive de acordo com os “padrões” de beleza. Já é hora de sentir-se bem.

Ferramenta contra distúrbios alimentares

Já é de conhecimento comum que mulheres com distúrbios alimentares se vêem maiores do que realmente são, distorcendo a imagem do próprio corpo. Para elas foi criado o site http://www.mybodygallery.com/. Você pode se cadastrar e preencher informações como peso, altura, forma do corpo e pesquisar imagens de mulheres com físico semelhante ao seu. O objetivo é ajudar as mulheres a enxergarem como realmente são.

Por: Clarissa Toledo

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
Seja o primeiro a comentar em Moda Plus Size ganha cada vez mais espaço
Deixe seu comentário:





Procurando algo?

Assine nossa newsletter

Instagram