Polêmica com a Zara

Por 17 / 08 / 2011

A gigante do mercado de  fast fashion espanhol Zara acordou nesta quarta-feira, 17.08, com certa dor de cabeça. Uma data que certamente ficará marcada não só para a loja, mas como para todos os consumidores da marca que ficaram horrorizados com o acontecido.

Polêmica com a Zara

Exibido na terça (16) pela TV Bandeirantes, o programa A Liga mostrou de forma bem explícita que as peças  vendidas pela Zara que todas nós adoramos são fruto de mão-de-obra escrava. Segundo a matéria, bolivianos empregados pela empresa trabalham mais de 10 horas por dia recebendo em troca péssimas condições de sobrevivência e míseros salários, sendo responsáveis pela produção das roupas.

polêmica com a zara

Em pouco tempo, o assunto tomou conta das redes sociais, virando primeiro lugar nos trending topics do Twitter e tema muito comentado no Facebook.  A empresa se pronunciou e exigiu que a situação dos trabalhadores fosse regularizada, além de ter se comprometido a fiscalizar com mais rigor o regime de trabalho.

Mas será que isso acontece mesmo no decorrer dos dias? Fica a nossa indignação contra problemas relacionados e por isso, sugerimos mudanças, afinal, em uma marca que cobra bem pelos produtos vendidos, nada melhor do que ter funcionários adaptados a realidade da marca.

Fato é que o que aconteceu com a Zara, já aconteceu com outras empresas como a Marisa e a Riachuelo e, diante de tais denúncias, muitos se mobilizam e propõem um boicote às marcas. Mas e você, deixaria de usar uma marca por conta disso?

Aproveite para deixar seu comentário abaixo e informar sua opinião sobre o assunto, ela é muito importante para que possamos debater sobre ele.

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
1 Comentário em Polêmica com a Zara
  • Deixe seu comentário:





    Procurando algo?

    Assine nossa newsletter

    Instagram