Pretinho Nada Básico

Por 22 / 06 / 2011

Não é novidade o fato de que a moda de hoje em dia foi definida há quase 100 anos atrás pela Mademoiselle Chanel: calças, tecidos fluídos, tailleurs, pérolas, sapatos bicolores, bolsas com alças de correntes, o Chanel nº 5… mas talvez um de seus maiores legados tenha sido o tão famoso vestido preto. Desde quando foi idealizado por Coco e imortalizado por Hubert de Givenchy, o pretinho básico percorreu uma longa trajetória, adaptando-se aos costumes de cada época até estar presente em praticamente todos os guarda-roupas do mundo.

Pretinho nada básico

Pretinho nada básico com Audrey Hepburn.

Como surgiu o pretinho básico?

Nascido na década de 20, tornou-se desejo de consumo logo após a Vogue publicar uma ilustração da criação de Coco Chanel em uma de suas edições. Porém, os anos seguintes foram marcados pela Grande Depressão e pelos conflitos que ocasionaram à Segunda Guerra, e a moda foi deixada em segundo plano.

No final da década de 40, já na com o mundo em recuperação de questões políticas e econômicas, Christian Dior lançou o que viria a ser considerado o uniforme dos anos 50, o New Look, com suas cinturas marcadas e quadris largos, luvas brancas, pérolas e, claro, o vestido preto: praticamente uma releitura moderna de Chanel. Mas apenas em 1961, quando o estilista Givenchy criou o vestido utilizado por Audrey Hepburn nas primeiras cenas do filme Bonequinha de Luxo, que ele tornou-se um ícone atemporal.

pretinho nada basico

Várias figuras tidas como exemplo na época aderiram à peça, assim como a então primeira-dama americana Jackie Kennedy, a atriz e cantora britânica Jane Birkin e a musa do cinema francês, Catherine Deneuve, fazendo com que em pouco tempo, o vestido preto deixasse de ser tendência para tornar-se vigência. Com a cada vez maior independência do sexo feminino, o vestido preto ainda virou símbolo do estilo de vida da mulher moderna e bem sucedida, que busca praticidade e elegância ao se vestir, sendo considerado um “coringa” para variadas situações.

modelos com vestidos pretos basicos

Hoje em dia, o vestido preto não precisa ser necessariamente básico, deve estar de acordo com o estilo de cada uma e as especificações da ocasião. Mas uma coisa é certa: Com ele, não tem como errar.

Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
Seja o primeiro a comentar em Pretinho Nada Básico
Deixe seu comentário:





Procurando algo?

Assine nossa newsletter

Instagram