Série: Marcas de Batom

Por 23 / 05 / 2011

Sejamos realistas, amigas, é quase impossível arranjar um homem sem passado exceto sob duas condições: Alzheimer – o que é um problema, ou criança – o que é pedofilia e eeww. Todo homem tem uma ex, ou várias delas, e nem todas seguiram em frente; não é difícil arranjar um homem com um carma pendurado, uma mulher peste que ainda tem fé que vai voltar pra ele.

Agora encaremos os fatos sob outra ótica: se ela é a “ex”, tem algum motivo, ou ela seria a atual, certo? Se ele parecer balançar, é simplesmente porque ele é humano; humano mesmo, mulheres também balançam por ex-namorados as vezes. Nem todas as histórias são fáceis de superar, deixar no passado.

Não vou dizer que é legal ou divertido ter a ex dele no pé, mas um tapa de luvas nessas horas é sempre muito bem vindo, lembre-se, ela virou a ex por algum motivo, e ser o amor da vida dele com certeza não é. Mulheres inseguras, grudentas e excessivamente ciumentas tendem a se tornar “ex” com mais facilidade. Prenda um cachorro em uma coleira 24h por dia sem folga, e ele desejará a liberdade; mantenha-o sob seu controle sem privá-lo de si mesmo e ele não tentará fugir (homens, foi só uma analogia, não estou chamando-os de cachorros).

O mais importante sempre é pensar, num caso desses, em qual posição vocês duas estão e qual de você está melhor. Ela “dançou” por algum motivo, não imite o exemplo dela.

Continua…

MayaFalks

Redatora publicitária, escritora, roteirista, colunista e mulher vaidosa nas horas vagas.
Sugira temas para essa coluna!
Contato: maya.soudiva@gmail.com
Twitter: http://twitter.com/MayaFalks
Site: www.mayafalks.blogspot.com


Helen Rauen

Relações Públicas, bancária e auto-maquiadora nas horas vagas. Perfeccionista, consumista, chef de sua própria cozinha e com uma pitada de artesanato na veia.

Confira todos os artigos de AUTOR
4 Comentários em Série: Marcas de Batom
  • sani disse:

    Oi, meu nome e sani tenho 20anos, assim meu namorado tem 35anos, tem um filho de 5anos e é claro uma ex que enferniza minha vida.
    Nos namoramos a 4anos, 3em casa bom, ele sempre foi muito carinho so cmg, na cama e bem bom, a relaçao dele com minha familia e mais ou menos ele vai bastante na minha casa, ele mora sozinho, mas tem uma familia, eu conheço a mãe dele mas nunca fui na casa dela, o pai dele nem se quer sabe que nos namoramos. Antes dele me conhecer ele ficava com varias mulher vivia traindo a ex dele.
    Bom minha desconfiação começou faz uma duas semana, ela pegou o guri e foi viajar ficou duas semanas fora,(e o unico folho dele e como ele e pequeno ele tem muito carinho e é um pais presente ele pega leva na escola, enfim) dai eu pensei nossa vou ter mais tempo com ele, ele muda comigo fica completamente estranho….nossa eu fiquie desconfiada, quando estamos de frescura e eu não faço algo q ele qr ele sempre fala em terminar,queira saber na opinião de vc o q vc acha e que conselho me daria?//!!!

  • Maya disse:

    Sani, querida. Bom, você não tem só uma ex incomodando, né? Você arranjou um homem com toda uma história, haja amor pra aguentar isso. Em relação as tempo que ele ficou estranho, que você acho que seria o paraíso pela ausência do filho e da ex, olha só, é muito pouco provável que tenha traição no meio, o amor de um pai por um filho sempre vai, ou pelo menos deveria ser, maior que por uma namorada, e isso não significa que ele não te ama, mas é natural que ele, sendo um pai presente, se sinta incomodado com a ausência do filho, então, meu bem, desencana.
    Agora, sobre ficar ameaçando, isso se chama chantagem emocional e não é nada legal da parte dele. A minha dica é chamar ele pra uma conversa séria, sem meias palavras, diga que isso te incomoda, pergunta se ele realmente pensa nisso e que sob ameaça não dá pra construir uma história de verdade. E não dá mesmo, você não é obrigada a ficar nessa pressão, cuidado pra não virar escrava do medo aí, viu?

  • Bella disse:

    Oi, Divas!
    Pela primeira vez na vida, tenho um problema como esse… Eu já desconfiava, mas no sábado confirmei que meu marido ainda ama a ex. Ele andava bebendo demais e imaginei q fosse por causa dela. Ouvi da boca dele isso, além de saber que muitas vezes quando estamos transando ele imagina estar com ela e que em outras olha pro meu rosto e a vê em mim… Foi duro ouvir isso… muito duro… Cheguei a dizer para ele voltar pra ela, mas ele respondeu que ela não o queria mais, que já tinha outro amor. (aí penso: ele só está comigo porque ela não o quer???) A ficha só foi cair mesmo hoje de manhã… E chorei muito… nem sei o que fazer. Tudo o que havia pensado era pintar meu cabelo da cor natural dele, pois a ex tem um cabelo muito parecido com o meu (preto, liso e comprido) e não quero parecer em nada com ela.
    Ele até disse que se sente mal, pois tem uma mulher maravilhosa e não está cuidando bem de mim.
    Bem, ainda não somos casados oficialmente, só casamos “entre nós”, porque ele ainda não pediu o divórcio, apesar de estar separado há 1 ano e meio (foram 10 anos de casamento e uma filha de 2 anos e meio). Diz não ter dinheiro para separar agora…
    Eu achava que ele me amava de verdade, da forma que o amo, mas agora sei que não… ele se esforça, mas pelo visto não consegue… Ela raramente o procura e ele nem vê a filha mais por causa do atual namorado dela, só deposita a pensão da menina. Até já conversei com ela pelo telefone e ela quer o divórcio. Mas… será q vale a pena continuar isso? Eu não quero migalhas de amor… não quero os restos do q ele sente por ela… Como vamos fazer sexo agora se vou estar sempre imaginando se ele está ali comigo ou está pensando nela???
    Já fui casada antes, mas nunca imaginei viver isso. Tenho 42 anos e lido muito bem com minha idade, até pareço estar com 30 e poucos anos. Minha caçula ama meu marido como pai e é assim que o chama. Eles se tratam como pai e filha, ele supre a ausência do pai dela.
    Será que alguém pode me ajudar? Me dar uma luz? Tenho poucas amigas e ninguém disponível para me ajudar agora…
    Obrigada.

    • Maya Falks disse:

      Bella!
      Nossa, menina, que confusão na sua vida! Bom, antes de mais nada, acho importante deixar bem claro que não sou terapeuta, então todo e qualquer conselho que eu possa lhe dar é o que eu imagino que faria no seu lugar, sem nenhuma garantia que possa ser a melhor alternativa, mas… tem certeza que vale a pena? Se ele está separado há um ano e meio, vocês estão há menos tempo que isso juntos, deu tempo de construir uma história tão importante assim a ponto de valer a pena você aceitar viver com um homem que admite amar mais a ex do que você?
      Ok, eu não tenho filhos e deve de fato lhe partir o coração pensar em separar sua filha dele; mas, novamente, talvez os laços deles sejam mais frágeis do que você imagina pelo pouco tempo que tiveram para construir – e mais, não se esqueça que ele não é pai dela, ela certamente vai compreender se, em nome da sua felicidade, o relacionamento acabar.
      Não imagino uma relação verdadeira de amor, uma construção real de felicidade conjugal ou qualquer chance de essa história dar certo estando você sempre ciente que ele ainda ama a ex, e que, como ele deixou bem claro, na menor oportunidade, ele correrá de volta pra ela. Aposto que ele não pensará nem na sua filha nem nos seus sentimentos se em algum momento a ex o quiser de volta.
      Agora só me resta desejar boa sorte e felicidades para você!
      Grande beijo!

  • Deixe seu comentário:





    Procurando algo?

    Assine nossa newsletter

    Instagram